Notícias

03/03/17

Para crescer, sorveterias viram franquias

Um dos exemplos que ilustram esse cenário é a Ice Creamy Sorvetes. A empresa abriu em 2014 sua primeira loja em Catanduva (385km de São Paulo) e hoje tem 70 pontos em 18 Estados.

“Desde o início pensava em transformar em franquia. A primeira loja já tinha layout, design, tudo padronizado para isso”, diz Émmerson Serandin, fundador e presidente da marca.

Segundo Serandin, o modelo não é garantia de sucesso. “A franquia tem uma fórmula que funciona, é igual a uma receita de médico. Se você não tomar os remédios direito, não vai dar certo.

O paulistano Rafael Pereira, 20, diz concordar. Ele abriu em dezembro, com o pai, uma loja da marca no Campo Belo, zona sul de SP.

Confira matéria completa no link aqui